0 Producto(s) - 0,00 €

Item(ns) recentemente adicionados

O seu carrinho de compras está vazio
Comparar 0 Producto(s)
Não existem itens para comparar
  1. Início
  2. CARREGADOR POWEREX MH-C9000: PERGUNTAS FREQUENTES

CARREGADOR POWEREX MH-C9000: PERGUNTAS FREQUENTES

Qual é a intensidade de carga e descarga adequada para as minhas pilhas?

    A intensidade de carga recomendada é em torno de 0,5C (0,5 vezes a capacidade da  bateria)

    A intensidade de descarga recomendada é em torno de 0,25C (0,25 vezes a capacidade da bateria)

Carregador-Analisador Powerex MH-C9000

    Estes são alguns exemplos em  função da capacidade das pilhas:

Capacidade das pilhas

Intensidade de carga

Intensidade de descarga

2700 mAh

1300 mA

700 mA

2650 mAh

1300 mA

700 mA

2500 mAh

1200 mA

600 mA

2300 mAh

1100 mA

600 mA

2200 mAh

1100 mA

600 mA

2100 mAh

1000 mA (por padrão)

500 mA (por padrão)

2000 mAh

1000 mA (por padrão)

500 mA (por padrão)

1000 mAh

500 mA

200 mA

900 mAh

400 mA

200 mA

850 mAh

400 mA

200 mA

800 mAh

400 mA

200 mA

700 mAh

300 mA

200 mA

650 mAh

300 mA

200 mA

600 mAh

300 mA

200 mA

Há  alguma maneira de carregar as pilhas sem pressionar algum botão?

    Sim. Depois de pôr as pilhas no carregador se não se pressiona nenhum botão, aos 10 segundos o carregador põe-se em modo CHARGING (CARGA) a 1000 mA. Este é o  modo de carga por padrão e  se aplica automaticamente e não requer programar ou carregador.

Por que aparece menos capacidade da que se indicam nas pilhas? São defeituosas?

    Ao utilizar o programa REFRESH & ANALYCE, é normal que a capacidade que se mostra seja mais baixa que a indicada na bateria. Para obter um resultado mais preciso e próximo à  capacidade  indicada  na bateria, é necessário usar o programa BREAK-IN, que é um processo similar ao usado pelos fabricantes para testar e classificar as baterias.

    Há que levar em conta que as pilhas têm uma capacidade típica e mínima. Por exemplo: As pilhas Powerex 2700 mAh têm uma capacidade típica de 2700 mAh e uma capacidade mínima de 2500 mAh. Portanto um resultado superior a 2500mAh usando o programa BREAK-IN considerar-se-ía dentro das especificações.

Posso  deixar as pilhas no carregador? Mantém o MH-C9000 a carga das pilhas?

    Depois de finalizar a carga, o MH-C9000 fornece uma intensidade de carga muito baixa (menos de 10 mA) para evitar a descarga das baterias. Esta “carga por gotejamento” não finaliza até que se retira a pilha. Deixando as pilhas no carregador, asseguramo-nos de que estarão preparadas para usar quando as necessitemos.

    De todas formas é recomendável para períodos extremamente longos não deixar o carregador ligado.

Por que não se recomenda carregar abaixo de 0,33C?

    Quando se carrega abaixo de 0,33C as baterias não proporcionam um sinal de final de carga suficientemente claro para que o carregador finalize. Além disso não se aquecem o suficiente para que os sensores de temperatura possam participar no processo de carga (Ainda que atuarão no caso de sobre aquecimento como medida de segurança).

    Caso se deseje carregar a intensidades muito baixas, deve- se fazer com o programa BREAK-IN. Este programa trabalha somente com tempos (1,6 vezes  a capacidade da bateria) e por temperatura.

Por que sobe a voltagem anormalmente (1,6v - 2,0v) no ecrã ao começar a carga?

    Nos  primeiros segundos, o carregador MH-C9000 realiza um teste para diagnosticar problemas de “alta impedância” na  pilha e  assim descartar aquelas com problemas ou que sejam não recarregáveis. Durante este intervalo realiza-se uma medição de alta intensidade e voltagem para determinar a impedância da bateria.

    A voltagem voltará a ser normal ao final de uns segundos.

Por que oscila continuamente a intensidade em carga e descarga e não mantém a que programei?

    A corrente de carga e de descarga é pulsada e isto origina flutuações que se mostram a tempo real. O cálculo da capacidade realiza-se em função da intensidade real fornecida no processo de carga ou descarga e não na  introduzida.

    Exemplo: Se carregamos a 1000 mA mas no processo vemos flutuações  (995 -1005) não afeta o cálculo da capacidade.

Se carrego uma pilha, por que a capacidade que me mostra é diferente à da  pilha?

    A capacidade que se mostra no ecrã depois de uma carga é a denominada “capacidade carregada ou fornecida” e é a quantidade  de energia oferecida às  baterias. Esta cifra não é igual à  capacidade da pilha já que depende da quantidade de energia que ainda tinha armazenada e da sua resistência interna.

    Ex.: Uma bateria de 2000mAh na metade de uso ainda lhe sobram 1000mAh assim que haveria que fornecer-lhe outros 1000 mAh (“Capacidade carregada“) para chegar a enchê-la.

    Para determinar a capacidade útil de uma pilha, deve-se saber a “capacidade descarregada” da batearia. Esta informação pode-se ver ao usar um dos siguentes programas:

    REFRESH & ANALYCE

    BREAK-IN

    DISCHARGE

    CYCLE

    NOTA: Lembre-se de que no programa DISCHARGE (Descarga) não volta a carregar as pilhas automaticamente.

Como sei se a capacidade no ecrã refere- se à “Capacidade carregada” ou “descarregada”?

    Se o carregador encontra-se em processo de carga, aparecerá un quadro negro com a palavra “CHARGE” e a capacidade mostrada será “Capacidade carregada”.

    Se o carregador encontra-se em processo de descarga, aparecerá um quadro negro com palavra “DISCHG” e a capacidade mostrada será “Capacidade descarregada”

Quando se termina um programa (Aparece “DONE”) e a capacidade final corresponde a:

    Programa CHARGE - Capacidade carregada

    Programa REFRESH & ANALYZE - Capacidade descarregada

    Programa BREAK-IN - Capacidade descarregada

    Programa DISCHARGE - Capacidade descarregada

    Programa CYCLE – Os dados guardados na memória são sempre “Capacidade descarregada”

Que significa a flecha que se move ao lado dos números de banco de carga?

    O ecrã LCD mostra a informação de um Banco cada vez. A informação (Capacidade, intensidade, tempo, voltagem) mostra-se 2 vezes antes de passar ao seguinte banco. A flecha indica o banco ao que pertence a informação.

 É normal que se aqueçam as pilhas enquanto se carregam?

    Sim, as pilhas vão-se  aquecendo devido ao calor interno da própria pilha e ao produzido pelo carregador. Caso se aqueçam demasiadamente,  experimente baixar a intensidade de carga, mas não recomendamos baixar de 0,33C.

No manual há recomendações para as taxas de carga. E sobre as de descarga?

    Ainda que muitas pilhas NiMH possam suportar taxas de descarga de 3C (3 vezes a sua capacidade) uma taxa de descarga demasiado alta pode produzir perdas de capacidade.

    Para uma apropriada medida da capacidade, deve-se usar o programa BREAK-IN já que cumpre com os Standards IEC (taxa de descarga a 0,2C)

Podem-se usar as novas pilhas de “Baixa autodescarga” como a IMEDION no carregador MH-C9000?

    Sem problemas. Siga as indicações gerais para pilhas NIMH.

Qual é a máxima capacidade das pilhas que admite o carregador MH-C9000?

    A máxima capacidade que admite o programa BREAK-IN é  de 20.000 mAh. Desta maneira o carregador está preparado para novas tecnologias no  futuro.

O carregador não detecta a minha bateria. Que posso fazer?

   O carregador detecta praticamente todas as baterias. No caso de que não detecte a bateria (o carregador não faz nada) o mais seguro é que a pilha não faça bom contacto com a bateria.

   A causa pode ser que não esteja bem assentada no banco ou que não cumpra com as dimensões marcadas pelas especificações IEC. Experimente  rodar a pilha ou colocá-la em outro banco de carga.

O carregador emite um som fraco. É isto normal?

    Sim. O carregador emite um zumbido de alta frequência devido à carga por pulsos de alta frequência assim como outros componentes como comutadores.

Por que não mostra “DONE” imediatamente ao inserir uma pilha totalmente carregada?

    O carregador necessita uns minutos para detectar se a pilha está totalmente carregada ou não e é normal que proporcione uma pequena quantidade de carga a pilhas totalmente carregadas para poder diagnosticá-la.

O carregador mostra o erro "HIGH" em algumas baterias que se carregam bem em outros carregadores.

    O carregador MH-C9000 realiza um teste de alta impedância para proteger-se de pilhas defeituosas, em mal estado, ou não recarregáveis como as alcalinas. A maiora dos carrregadores de consumo no  mercado não incluen esta característica e portanto permitem a carga de pilhas que não deveriam ser utilizadas. Powerex recomenda que as baterias que mostram o erro "HIGH" sejam eliminadas já que a carga destas baterias danificadas pode ocasionar superaquecimento, derrames ou explosão.

    De todas formas se pensa  que o erro "HIGH" é devido a uma falsa detecção, experimente carregá-las antes em outro carregador ou realize uma descarga ("DISCHARGE") no MH-C9000.

Como o MH-C9000 detecta o final da  carga de uma pilha?

    O carregador MH-C9000 utiliza a combinação de factores como Delta V negativo, Zero Delta V, Pico de tensão, Tempo e Temperatura para determinar que a pilha já está carregada por completo. Tudo isso usado ademais com algoritmos proprietários de POWEREX.

Aparece "REST" no ecrã e parece que o carregador não faz nada.

    "REST" significa descanso.

    Há programas nos  que o carregador realiza várias ações encadeadas sobre a pilha. É  o caso dos  programas "Refreshs & Analyze", "Break-in" e "Cycle". Estes programas realizam a carga e descarga de maneira sequencial e automática nas pilhas mas, entre uma e outra, o carregador põe em descanso (REST) a pilha por um tempo para que se arrefeça e se estabilize a sua química antes de continuar com a seguinte ação do programa. Desta maneira um programa encadearia as seguintes ações:

    1. CHARGE (carga)

    2. REST (descanso)

    3. DISCHARGE (descarga)

    4. REST (descanso)

    5. CHARGE (carga)

    6. DONE (final do programa)